Alerta Renovado: Níveis dos Rios no RS Disparam, Taquari e Caí à Beira de Novas Cheias

Inundações Assolam Regiões de Porto Alegre e Sul do Rio Grande do Sul

As áreas metropolitanas de Porto Alegre e o sul do Rio Grande do Sul encontram-se sob a devastação das inundações, com consequências impactantes para a população. Cerca de 616,9 mil indivíduos foram forçados a deixar suas residências, enquanto o trágico saldo até o momento conta com 147 vítimas fatais e 127 pessoas desaparecidas.

A despeito da diminuição da intensidade das chuvas a partir desta terça-feira (14) no estado, a situação permanece crítica, com alertas vigentes devido ao aumento dos níveis dos rios e riscos geológicos em diversas localidades.

Municípios como Canoas e Pelotas estão emitindo orientações para evacuação de áreas de alto risco. Nos vales do Taquari e Caí, bem como em outras regiões, os moradores já foram obrigados a abandonar suas residências. Em Porto Alegre, por exemplo, o nível do lago Guaíba aumentou consideravelmente, subindo 12 centímetros em apenas três horas durante a manhã de segunda-feira (13).

Na região serrana, os deslizamentos de terra são uma ameaça iminente. Incidentes trágicos, como um deslizamento fatal em Caxias do Sul e um colapso de rua em Gramado, destacam os perigos enfrentados pelas comunidades locais.

Segundo a Climatempo, as áreas mais afetadas incluem a Região Metropolitana de Porto Alegre, o sul, os vales e a serra. Um panorama da situação em diferentes regiões:

Região Metropolitana de Porto Alegre

Os registros da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) revelam que o nível do Guaíba, em Porto Alegre, atingiu 4,78 metros na manhã de segunda-feira (13), continuando a subir rapidamente. Bairros das regiões Norte e Central estão enfrentando alagamentos significativos.

De acordo com o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), Porto Alegre enfrenta seu maio mais chuvoso desde 1961, com precipitações triplicando as expectativas.

Evacuação em Canoas

A prefeitura de Canoas instou os residentes de áreas como Niterói, Rio Branco e Fátima a evacuarem devido ao risco iminente de mais inundações. A cidade foi duramente atingida no início de maio, quando o nível do lago Guaíba e do Rio Jacuí inundou várias áreas urbanas.

Região Sul

A região sul do estado também está sob alerta, com mais de 2 mil pessoas deslocadas em Pelotas e Rio Grande devido ao aumento do nível da Lagoa dos Patos. Autoridades locais estão orientando os moradores de áreas de risco a buscarem abrigo imediatamente.

Região dos Vales

O Cemaden emitiu um alerta de alto risco hidrológico e geológico no domingo (12). O Rio Taquari, que deságua no Guaíba, ultrapassou os 26 metros em Lajeado, deslocando mais de 1,1 mil pessoas. Em Estrela, aproximadamente 10 mil indivíduos precisaram de assistência devido às enchentes.

Região da Serra

Apesar de não sofrer com inundações, as cidades da serra enfrentam riscos significativos de deslizamentos de terra, dadas suas localizações montanhosas. Incidentes como tremores de terra em Caxias do Sul e desmoronamentos em Gramado enfatizam os desafios enfrentados pelas comunidades locais.

Tendência

De acordo com a Climatempo, são previstos temporais para as regiões da Serra, Litoral Norte e Norte. Entre terça-feira (14) e quarta-feira (15), espera-se tempo firme, com queda nas temperaturas, possivelmente resultando em geadas em algumas áreas. No entanto, na quinta-feira (16), a previsão indica o retorno das chuvas.

Tragédia no RS

Com o registro de duas mortes na segunda-feira (13), o Rio Grande do Sul soma 147 vítimas fatais de temporais e enchentes desde o final de abril. Os números alarmantes incluem 127 pessoas desaparecidas e 806 feridas, com mais de 619 mil desabrigados ou desalojados.

 

 

By Admin

Deixe um comentário

You May Also Like